A Terapia Floral na AAMPARA Autismo – quatro anos de parceria

Rosimere Benites, presidente da AAMPARA Autismo Curitiba e Rosana Souto, autora, terapeuta e educadora floral, pesquisadora do uso das essências florais junto ao público autista

Há 18 anos, quando a filha de Rosimere Benites teve uma mudança súbita de comportamento, ninguém sabia dizer o que estava acontecendo. Uma criança, até então com desenvolvimento normal, de repente, apresentou um quadro da apatia, seguido por aceleração intensa, comprometendo seu sono (e o de toda família !), além de regressão na fala, gritos e atitudes automutilantes. Um quadro desesperador para os pais.

Naquela época, os critérios diagnósticos do que chamamos agora de Transtorno do Espectro do Autismo só seriam apresentados de forma mais detalhada na edição de 2013 do famoso Manual Estatístico e Diagnóstico da Associação Americana de Psiquiatria, o DSM-V.

Assim, nos anos que se sucederam, Rosimere  empreendeu uma verdadeira peregrinação à consultórios médicos de diferentes especialidades, em busca de entendimento, medicamentos e/ou tratamentos que pudessem restaurar a paz e a saúde de Beatriz e de toda a família.

A luta foi intensa. O enfrentamento de preconceitos diversos idem. Em 2006, cansada de passar por tantas situações desagradáveis e com o intuito de poupar Beatriz dos deslocamentos para os diversos atendimentos terapêuticos, Rosimere decidiu criar uma associação de atendimento e apoio as famílias de autistas de baixa renda. Era preciso facilitar o acesso às terapias não só para sua filha, mas para outras famílias que, assim como ela, não tinham condições de recorrer a clínicas multiprofissionais particulares. Nascia a AAMPARA Autismo com o apoio e o encorajamento de Michela R Gusso, fonoaudióloga, até hoje presença fundamental na associação.   

Sede atual da AAMPARA – Associação de Atendimento e Apoio ao Autista

Rosimere é uma mãe extraordinária de autista. Sua jornada saiu da esfera pessoal para beneficiar outras famílias também. Além dos atendimentos e apoio prestados às famílias, a AAMPARA desenvolve todo um trabalho de conscientização sobre o autismo na sociedade. Sua missão está resumida no quadro a seguir:

Meu encontro com Rosimere se deu em meados de 2017, há quase quatro anos, em um seminário internacional sobre TEA organizado por uma clínica de Curitiba. Presentes estavam várias autoridades em autismo, dentre as quais: Dr. Antonio Carlos Gadia, Dr. Salmo Raskin e Dr Sergio Antoniuk. Fui com o intuito de sondar possíveis parcerias acadêmicas e/ou instituições que aceitassem experimentar a terapia floral como uma intervenção complementar para o público autista.

O não eu já tinha e não seria a primeira vez que eu abordaria autoridades acadêmicas para falar de minha experiência positiva com o uso dos florais na Educação e/no autismo. Pelo menos, eu não precisava fazer isso em outro idioma!

Assim, fui de autoridade em autoridade, de estande em estande das associações, me apresentando, falando do Dr Bach, médico inglês, fundador da Terapia Floral, e minha experiência de sucesso com um autista adulto. Alguns foram receptivos, outros nem tanto…

Porém, nem tudo estava perdido. Aproveitando um momento em que o saguão estava mais vazio aproximei-me do estande da AAMPARA e lá estava Rosimere – receptiva…. Sentamos num banquinho e ela ouviu-me atentamente. Eu não sabia, mas Rosi já tinha sido recomendada a experimentar as essências florais por um amigo, grande apoiador da AAMPARA, pai de autista e escritor, Sr. Nilton Salvador. O terreno havia sido preparado por ele. Só faltava semear..

Sr. Nilton nos deixou no ano passado, mas seu empurrãozinho gerou bons frutos para Rosimere, Beatriz e outras famílias de autistas da AAMPARA, do Brasil e do mundo.

A iniciativa de Rosimere, mais uma vez, abriu espaço para beneficiar mais famílias: desta vez, com os florais. Uma escolha que está colocando o Brasil à frente no uso destes produtos inovadores junto ao público autista e semeando esperança com relação à qualidade de vida e desenvolvimento maior das gerações atuais e futuras destes seres tão sensíveis.

No dia 22 de abril, estivemos juntas falando justamente de como as essências florais foram parar na AAMPARA mudando a vida de Rosimere e trazendo, enfim, paz ao sono de Beatriz.

Clique aqui para ouvir e se emocionar com o testemunho de Rosimere:

PS:

Caso você queira contribuir para que a AAMPARA continue com sua linda missão, seguem os dados bancários: AAMPARA – Associação de Atendimento e Apoio ao Autista  – Caixa Econômica Federal , AG 0370 – OP 0003, C/C 1308 -8 ,  CNPJ 08 283.628/0001-53).  www.aamparaautismo.org.br . O pix é o número do CNPJ.

Fique atento para a agenda de cursos! Neste final de ano, o meu curso sobre essências florais x autismo na plataforma da Healing Florais estará disponível para vendas só até o dia 15 de dezembro, antes do recesso da empresa. Caso tenha intenção de fazer este curso, corra para que vc possa acessá-lo durante o seu período de férias! Link na figura ao lado ou na página da agenda de cursos.

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A Terapia Floral na AAMPARA Autismo – quatro anos de parceria

  1. Rosimere Benites disse:

    obrigada Rosana Souto, essa nossa parceria é uma benção! Em nome da AAMPARA te agradeço com todo meu coração.
    Abraço Fraterno.
    Sua amiga Rosimere Benites.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.