Da Engenharia Química aos Florais na Educação – semeando um novo tempo em Joinville

Símbolo astrológico de Urano

Símbolo astrológico de Urano

Em tempo de Urano em Áries, a hora de semear o novo já passou. Explico: Urano é o planeta regente de Aquário, signo associado a tudo que é novo, não convencional, diferente – da ciência, as invenções e alta tecnologia, enfim, a todo conhecimento que vem para o avanço da humanidade. Na época de sua descoberta, o velho mundo vivia a revolução industrial e os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade moviam a Revolução Francesa. Urano veio quebrando paradigmas em várias áreas do conhecimento e, especialmente, na astronomia, já que, naquela época, a humanidade acreditava que o Universo limitava-se a Saturno, último planeta do sistema solar visível aos olhos humanos – o velho sistema de crença São Tomé, ou seja, de só acreditar naquilo que se vê.

Por outro lado, Áries é o signo associado ao início de um novo ciclo, de um novo tempo, onde, nos países do hemisfério norte, é a época da primavera, tempo de semear, de plantar para que possamos ter o que colher no futuro.

Assim, estamos, pelo menos, uns três séculos atrasados! Ainda há muita gente acreditando que o que é real é apenas aquilo que vê ou que pode comprovar, a partir de uma metodologia científica com base no mundo da matéria.

A Astrologia têm destas coisas inexplicáveis para o atual estágio de conhecimento da humanidade. Não encontra respaldo nos paradigmas que regem as ciências consideradas exatas. Eu que o diga, já que tenho a Engenharia como fundação para o meu saber.

A  Astrologia pode ajuda-nos a entender a entender as gerações embora seja considerada sem valor científico

A Astrologia pode ajudar-nos a entender as gerações, embora seja considerada sem valor científico

No entanto, esta mesma base tecnológica, e especialmente a Engenharia Química, abriu-me para enxergar outras coisas, coisas que a gente não vê a olho nu, mas que, no entanto, sabe, sente e constata que elas existem. Certamente, todo pai e mãe cautelosos não deixam seus filhos colocarem o dedinho num fio energizado, não é mesmo? Ninguém vê os elétrons passeando no fio, mas se os deixarmos colocar o dedinho – ai, ai, que perigo… O choque todo mundo SENTE e isto, pode ser, até, fatal.

Cada vez mais, acredito que ter feito Engenharia foi o treinamento que eu precisava para acreditar naquilo que eu não conseguia ver mas que sabia ser real, verdadeiro – um treinamento para aceitar as funções do meu hemisfério cerebral direito, adentrando um mundo ainda não totalmente explorado e compreendido da natureza humana, um mundo para o qual, nem sempre encontramos uma explicação lógica racional – um mundo regido por nossos sentimentos, por nossas emoções, por nossas intuição e fé.

Os hemisférios cerebrais e seus atributos

Os hemisférios cerebrais e seus atributos  de acordo com a classificação que privilegia as funções do hemisfério cerebral esquerdo em detrimento do direito ( Dominante x não dominante )

Talvez, por isto, tenha sido sempre guiada para trabalhar com os avanços tecnológicos, com as invenções, aquelas coisas bem Uranianas, avançadas que, nem sempre, a gente acha que são possíveis ou que irão funcionar, mas que nos surpreendem a cada dia. Creio que a trajetória de Steve Jobs e o resultado de sua criatividade, ilustram bem o que estou falando.

O trabalho com invenções também ensinou-me muito, num nível que, na época, eu nem percebia. É preciso ter HUMILDADE para com o nosso saber e manter a mente flexível para que o novo possa vir e ser implantado.

Com isto, trazer estas posturas e atitudes para entender a dimensão do trabalho do Dr. Edward Bach para a humanidade, não foi muito difícil. Difícil mesmo é mostrar para as  autoridades que regem a Saúde e a Educação em todo o mundo, especialmente no nosso querido Brasil ( menos em Cuba, que já deu este passo à frente dos demais países! ),  que estamos diante de uma das invenções das mais avançadas de todos os tempos, de um produto ( as essências florais  ) com um conceito simples e altamente inovador, que difere de tudo, até hoje existente, e que pode fazer a diferença no futuro de milhares de crianças diagnosticadas, todos os dias, com um dos já tão famosos distúrbios de comportamento e aprendizagem.

Os diagnósticos ficam cada vez mais numerosos e específicos, a fim de tentar enquadrar os sintomas das novas crianças em algo que se possa ajudar com medicamentos – muitos, passíveis de causar dependência química. Será que já não está na hora de tentar enxergá-las por um novo ângulo, por um novo paradigma e tentar algo diferente?

“Um novo paradigma implica um princípio que sempre existiu, mas do qual não nos apercebíamos. Não se trata de um novo conhecimento, e sim, de um novo conhecer”.

Regina Migliori

O floral de Bach Walnut é a grande essência dos seres pioneiros, protegendo suas idéias para que possam implantar o novo.

O floral de Bach Walnut é a grande essência dos seres pioneiros, protegendo suas idéias para que possam implantar o novo.

Só mesmo seres pioneiros, aqueles que têm a coragem de seguir a frente dos demais, abrindo novos caminhos, desbravando selvas, ousando ir além das fronteiras do que é conhecido para implantar um novo tempo, serão capazes de tamanha tarefa.

O Brasil traz no seu passado ancestral este pioneirismo desbravador, que resultou na grandeza do nosso território, nesta grande potência que hoje representamos para o mundo. É hora de honrarmos estas qualidades e darmos ao novo uma chance de mostrar o seu valor, diante do caos e dos desafios que hoje enfrentamos nas escolas e na Educação como um todo.  As crianças deste novo tempo merecem ferramentas adequadas, ancoradas numa visão atual do mundo, do Universo e da natureza humana para assegurar-lhes um crescimento sadio e consciente, rumo ao futuro desta nação e deste planeta.

O grupo dos pioneiros de Joinville com Marianita Scheur Pereira, Suzana Krause e Caremn Abrahão, organizadoras do curso em Joinville

O grupo dos pioneiros de Joinville com Marianita Scheuer Pereira, Suzana Krause e Carmen Abrahão, organizadoras do curso

À Marianita Scheuer Pereira, Suzana Krause e Carmen Abrahão, organizadoras, e a todos os participantes do seminário sobre as Essências Florais na Educação Emocional de Crianças e Jovens, realizado neste último final de semana, em Joinville, Santa Catarina, o meu muitíssimo obrigada. Que as sementes lançadas nesta cidade sejam o berço de um novo tempo para a Educação em nosso país, inspirando ações semelhantes em todo o mundo!

Valeu, Joinville! Até mais!

Anúncios
Esse post foi publicado em Dicas de florais, Notícias e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Da Engenharia Química aos Florais na Educação – semeando um novo tempo em Joinville

  1. Parabéns a vc Rosana por mais esse “ponta pé” inicial. Desejo que esse movimento se espalhe para muitos e que nossas crianças e jovens possam ser cuidados com dignidade como merecem. Parabéns a todos os participantes e organizadores!!

  2. Vera disse:

    Parabéns Rosana, você é muito sábia e é bom termos pessoas assim atuando em nossa sociedade. Que estes ensinamentos sejam assimilados e difundidos, pelo bem de nossas crianças!
    Beijo. Vera

  3. Elza Prado disse:

    Republicou isso em Academia Terapeuticae comentado:
    É isso, muito feliz de ler este artigo e ver que o trabalho dos Florais na Educação esteja seguindo adiante com o I Congresso em Mato Grosso. Parabéns Rosana Souto, pelo lindo trabalho desenvolvido. Estamos aí também seguindo os seus passos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s